Advogado Empresarial

Advogado Empresarial: Guia Completo da Profissão (2024)

Você, que está cursando Direito, ou cogita cursar, já pensou qual especialização quer fazer depois de se formar e passar na OAB? 

Com tantas opções para seguir, é normal se sentir meio perdido

Uma boa ideia antes de decidir é pesquisar a fundo sobre as diferentes frentes para saber com qual você mais se identifica.

E para ajudar você a começar essa busca, neste artigo explicamos tudo sobre a carreira do advogado empresarial

Vamos saber mais sobre o que esse profissional faz, onde atua, quanto ganha e como você pode se especializar nesse ramo que só está crescendo no Brasil.

Vamos lá?

O que faz um Advogado Empresarial?

É claro que pelo nome já dá pra ter uma noção do que faz um Advogado Empresarial, certo? 

Mas você sabia que além de empresas, ele também auxilia pessoas físicas?

Já o Direito Empresarial em si, abrange uma ampla gama de temas.

Algumas delas são:

  • Constituição e estruturação de empresas;
  • Contratos comerciais;
  • Direito societário;
  • Propriedade intelectual;
  • Concorrência;
  • Falências;
  • Recuperação judicial.

No entanto, é importante afirmar que essa área não se limita somente a grandes corporações.

O advogado empresarial desempenha um papel importantíssimo tanto para empresas multinacionais quanto para empreendedores individuais e pequenas empresas

Além de oferecer consultoria em Direito do Consumidor, esse profissional também atua como mediador nas relações entre consumidores e fornecedores.

Tudo isso para garantir a legalidade, a segurança e o equilíbrio nas relações entre as empresas, seus sócios, funcionários, clientes e demais partes envolvidas. 

📚 Leia também: 16 perguntas e respostas sobre a carreira em Direito

7 vantagens do advogado empresarial para uma empresa

7 vantagens do advogado empresarial para uma empresa

Na estrada da advocacia empresarial, a vista é de um cenário cheio de mudanças e desafios, já que com o avanço da tecnologia, as leis ficam cada vez mais complicadas.

Em mudanças como a implementação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e práticas de ESG (Ambiental, Social e Governança), a figura deste profissional se torna ainda mais importante. 

Isso sem falar no número de empreendedores no Brasil que segue crescendo, de acordo com um levantamento feito pelo SEBRAE.

Ainda não está 100% convencido?

Dá uma olhada nessas 7 vantagens que um Advogado Empresarial pode proporcionar para uma empresa e seus funcionários:

1. Assessoria na abertura da empresa 

Esse profissional vai dar uma força desde o primeiro passo.

Atuando de forma estratégica, ele ajuda o empreendedor a abrir a empresa com as definições mais assertivas (regime tributário correto, tipo de empresa, modelo de CNPJ).

Garantindo menores tributações ao negócio, uma empresa dentro da lei e um futuro tranquilo.

2. Redução de riscos e problemas jurídicos

Com conhecimento especializado, esse profissional evita que a empresa tenha dores de cabeça e resolve qualquer problema burocrático.

Sempre pronto para agir em situações adversas, a empresa terá respaldo em qualquer problema jurídico que possa aparecer.

3. Gestão mais assertiva

Ao integrar o departamento jurídico à gestão empresarial, o advogado contribui para uma tomada de decisão mais segura, promovendo uma gestão mais eficaz.

4. Proteção patrimonial

Por meio de contratos e estruturação societária, o advogado empresarial garante que a empresa não corra riscos desnecessários e fique bem protegida de eventuais ameaças e disputas.

5. Agilidade na solução de problemas

Com rapidez na análise e resolução de questões legais, contribui para a rápida solução de conflitos e desafios, minimizando impactos negativos e mantendo a continuidade das operações empresariais.

6. Redução de custos

Com a possibilidade de processos judiciais, multas e outros gastos que podem surgir por falta de orientação jurídica, contar com um advogado é uma bela forma de cortar despesas desnecessárias.

7. Proteção do futuro da empresa

Ter um advogado empresarial é como investir no futuro do negócio.

Ao cuidar de burocracias que podem impactar o futuro, a empresa que conta com esse profissional em seu time, garante o seu sucesso a longo prazo.

Em quais casos um Advogado Empresarial pode trabalhar?

Em quais casos um Advogado Empresarial pode trabalhar

Este profissional pode trabalhar em escritórios de Direito Empresarial, ou no setor jurídico de empresas, indústrias e instituições.

Direito Societário 

Nessa área, os advogados empresariais auxiliam na constituição, alteração e extinção de empresas, elaboram contratos sociais e acordos de acionistas.

Além de também orientar sobre questões relacionadas à administração e governança corporativa.

Direito Trabalhista

Nestes casos, o profissional irá atuar na orientação sobre as leis trabalhistas, auxiliando com contratos, prevenção de litígios, defesa em processos judiciais e negociações sindicais.

Direito Tributário

Na área tributária, o advogado empresarial assessora as empresas na interpretação e aplicação da legislação fiscal.

Ele busca formas de otimizar a carga tributária e evitando problemas com o Fisco.

Direito Econômico

Esse profissional também pode atuar no campo do Direito Econômico, auxiliando as empresas sobre questões relacionadas à:

  • Concorrência; 
  • Defesa da livre iniciativa;
  • Regulação de setores específicos da economia.

Direito Administrativo e contratos

Nessa frente, o advogado empresarial trabalha na elaboração e revisão de contratos comerciais, licitações, concessões públicas e demais questões relacionadas à relação das empresas com o poder público.

Propriedade Intelectual

Proteção e gestão dos direitos de propriedade intelectual das empresas também é uma área em que esse profissional pode atuar.

Quanto ganha um Advogado Empresarial?

Atualmente, um Advogado Empresarial recebe uma média de R$7.439,58 por mês no Brasil, trabalhando cerca de 41 horas por semana

Esses dados são baseados numa pesquisa feita pelo Salario.com.br, que olhou para cerca de 4.851 salários de profissionais que foram contratados e saíram das empresas nos últimos 12 meses.

Mas, na verdade, a faixa salarial do Advogado Empresarial é bem variada. 

E o piso salarial, considerando acordos coletivos para quem trabalha no regime CLT em todo o Brasil, fica em uma média de R$7.236,40

Tudo vai depender da empresa para a qual o profissional trabalha, sua expertise na profissão e região onde atua.

6 passos para se tornar um Advogado Empresarial

6 passos para se tornar um Advogado Empresarial

1. Graduação em Direito

Primeiramente, você precisa obter uma graduação em Direito, certo? 

Esse é o alicerce fundamental para seguir a carreira jurídica.

Se você está buscando uma instituição de qualidade para sua formação, recomendamos conferir o curso de Direito oferecido pela Athon. 

Athon-MBA

Conhecida pela excelência no ensino jurídico, com notas elevadíssimas no exame da OAB aos níveis Sorocaba e São Paulo, é um ponto de partida perfeito!

2. Registro profissional na OAB

Após concluir a graduação, é necessário obter o registro profissional na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)

Para obter o registro, é necessário fazer uma prova, que é dividida em duas fases.

É conhecida por ser uma prova desafiadora.

No entanto, é um requisito indispensável para exercer a advocacia no nosso país e que com muito estudo você vai tirar de letra!

3. Especialização 

Para se destacar na advocacia empresarial, é muito importante investir em uma especialização na área para ficar ainda mais craque no assunto.

Isso pode ser feito por meio de cursos de pós-graduação ou especializações em Direito Empresarial. 

O importante é nunca parar de estudar!

4. Conhecimento Complementar

Além da formação acadêmica e especialização, é essencial buscar conhecimento complementar. 

Essas atividades são essenciais para dar aquela força nos seus conhecimentos e também para manter-se atualizado sobre as tendências e novidades do mercado.

5. Experiência Profissional

A experiência prática é super necessária para o desenvolvimento de habilidades essenciais para um advogado empresarial. 

Esse é um ponto muito solicitado pelas empresas em entrevistas.

Desde estágios durante a faculdade até experiências profissionais após a formação, cada oportunidade contribui para a sua experiência corporativa. 

6. Networking

Por fim, nunca subestime o poder do networking na construção de uma carreira de sucesso!

Sabe aquele amigo que você fez na faculdade de Direito, ou até mesmo o seu colega de estágio? 

Conte sempre com eles, e esteja disposto a ajudar também.

Manter uma rede de contatos sólida e ativa no meio jurídico pode abrir portas para oportunidades profissionais, parcerias e clientes em potencial.

Lições que um advogado empresarial pode aprender com Harvey Specter

Lições que um advogado empresarial pode aprender com Harvey Specter

Se você é fã da série “Suits”, disponível na Netflix, certamente está familiarizado com o renomado personagem Harvey Specter

Ele é como um ícone entre os advogados, um verdadeiro expert em sua área, formado pela Harvard e sócio nominal do escritório de advocacia Pearson Specter Litt

E tem muito a nos ensinar!

Se você está pensando em ser um grande advogado, vale a pena extrair algumas lições valiosas observando o seu comportamento e suas práticas profissionais. 

Como você se veste é a maneira como você se comunica com o mundo

O Harvey sempre está impecável!

Para ele, o seu guarda-roupa é um dos seus maiores aliados.

Isso mostra como a imagem importa na comunicação

Demonstrar segurança é essencial

Na série, o Harvey é o rei da autoconfiança.

 Ele sabe do seu valor e isso inspira confiança nos clientes e colegas. 

Essa postura firme é crucial para um advogado empresarial se destacar no mercado.

Vença suas batalhas antes de lutar

Harvey é mestre em antecipar os movimentos dos adversários e se preparar para qualquer situação. 

Isso ensina que como um advogado, é preciso estar sempre um passo à frente, antecipando problemas e traçando estratégias eficazes.

O sucesso do seu cliente é o seu sucesso

Esse é um mantra de Harvey Specter. 

Ele faz de tudo para garantir o melhor para seus clientes, porque sabe que o sucesso deles é o seu próprio sucesso

Um advogado empresarial deve ter essa mentalidade voltada para os interesses e objetivos do cliente, assim ambos os lados saem ganhando!

Cerque-se de pessoas inteligentes

É aquele ditado: “Diga-me com quem andas, e eu te direi quem és”!

Harvey sempre está rodeado de pessoas inteligentes e competentes, e isso não é por acaso. 

Ele sabe que ter uma equipe de alta qualidade é essencial para alcançar os melhores resultados. 

Não perca tempo explicando o problema. Apenas resolva.

Essa é outra característica marcante de Harvey. 

Ele não fica enrolando com explicações, vai direto ao ponto e resolve os problemas

Ou seja, ele mostra o quanto um advogado empresarial deve focar na solução dos problemas dos clientes, agindo com eficiência e determinação.

Fale menos e faça mais

Por fim, Harvey ensina que ações valem mais do que palavras

Sem promessas, ele simplesmente faz acontecer. 

Então a dica é ser proativo e eficiente em suas ações, mostrando resultados concretos aos clientes.

“A lealdade é uma via de mão dupla.”

Deu pra ter uma ideia que a advocacia empresarial é uma área dinâmica e repleta de oportunidades para os profissionais do Direito, né? 

Ao optar por seguir essa carreira, você estará preparado para enfrentar os desafios do mundo corporativo e contribuir para o sucesso das empresas e empreendedores

Se você se interessou e deseja começar os seus estudos, conheça o curso de Graduação em Direito da Athon.

Caso você já seja da área, confira o MBA em ESG e aumente ainda mais os seus conhecimentos e suas oportunidades no mercado de trabalho.

Inscreva-se em nossa Newsletter e fique por dentro de todas as atualizações e dicas exclusivas!

Quer receber informações sobre inovação e mercado de trabalho?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.