Luiza Helena Trajano

Luiza Helena Trajano: Quem é, Trajetória e Prêmios

Na mesa do escritório, uma plaqueta exibe a seguinte frase: 

“Faça aos outros o que gostaria que fizessem a você”

Uma premissa simples, que pode passar despercebida por muitos, mas que é o princípio básico e maior mandamento de uma gigante do varejo brasileiro.

O escritório? Nada menos que a sala de Luiza Helena Trajano, Presidente do Conselho de Administração Magazine Luiza, uma das maiores potências varejistas da América Latina.

Mas para além de uma empresária de sucesso, a máxima em sua mesa reflete a pessoa empática e atenta às realidades sociais do país.

Sua história é marcada por uma presença feminina imponente e inspiradora em meio a um mercado dominado por homens e voltado apenas ao lucro.

Mas, Luiza Helena Trajano conseguiu quebrar paradigmas e provar que o empreendedorismo consciente é um caminho para um mundo melhor.

Quer saber como? Vem com a gente que te contamos.

Quem é Luiza Helena Trajano?

Executiva de uma das maiores redes varejistas da América Latina, Luiza Helena Trajano nasceu em Franca, interior de São Paulo, em 1951.

A cidade também é berço da loja de presentes de seus tios que, eventualmente, se transformaria numa potência de varejo: a rede Magazine Luiza, ou o Magalu.

Com o mesmo nome de sua tia, Luiza Helena Donato, fundadora da primeira loja “Magazine Luiza”, e falecida em 2024, Trajano começou a trabalhar ainda muito cedo, com apenas 12 anos.

Ela relata em diversas entrevistas que desde menina sempre gostou de presentear os amigos.

E como forma de incentivá-la a desenvolver sua autonomia e independência, sua mãe lhe propôs um trabalho na loja dos tios para conseguir seu próprio dinheiro.

“Eu tinha um propósito desde os 12 anos de idade: eu queria tocar na banda, não queria ver ela passar”.

Comenta Trajano ao enaltecer sua família, formada principalmente por quatro mulheres que começaram a empreender do zero e que sempre valorizaram o trabalho duro.

Plaquinha_mesa_Luiza_Helena_Trajano
Plaquinha da mesa do escritório de Luiza Helena Trajano

No cargo de liderança desde 1991 e atualmente como presidente do conselho de administração da rede, a empresária não só tornou o Magalu uma das primeiras lojas de varejo a realizar vendas on-line no país.

Ela conseguiu se adaptar às demandas tecnológicas do mercado.

Tudo isso fortaleceu a rede e a fez bater de frente com outros gigantes do setor, como Casas Bahia e Ponto Frio.

Mas quem olha de fora, pode imaginar que para alcançar resultados tão expressivos é necessário uma gerência mecânica, olhando funcionários e empresas como peças de um grande quebra-cabeça.

Luiza, por outro lado, sempre enxergou tudo isso de outra forma. 

E sob essa visão, Trajano implementou no Magalu o compromisso com a inclusão social e a igualdade de oportunidades:

Oferece bolsas de estudos a funcionários e dependentes, como também foi pioneira na implementação do programa de trainee exclusivo para pessoas negras no Brasil.

Vem também dela a iniciativa e liderança do grupo “Mulheres do Brasil”, que atualmente é  formado por mais de 100 mil mulheres atuantes em diversas frentes econômicas.

Apesar de ter recebido muitas críticas por seu posicionamento progressista, Luiza provou em números que o desenvolvimento humanizado das grandes corporações é possível.

Em 2021, a empresária chegou a reter uma fortuna de US$5,3 bilhões (cerca de R$26 bilhões) de acordo com a revista Forbes, sendo considerada a mulher mais rica do país na época.

O conjunto de tudo isso lhe rendeu uma posição na lista de uma das 25 mulheres mais influentes do mundo em 2021, pelo jornal britânico “Financial Times”.

Uma mulher à frente de seu tempo

Uma mulher à frente de seu tempo

Luiza Trajano é formada em Direito pela Faculdade de Direito de Franca.

Sua escolha de curso se deu por entender que a formação contribuiria para cooperar com as mudanças estruturais que acreditava serem necessárias na sociedade.

A escolha também foi por compreender, da mesma forma, que o conhecimento jurídico seria uma excelente ferramenta para o seu progresso empresarial.

Apesar da formação, sua aptidão mesmo era com as vendas, demonstrando desde cedo um conhecimento profundo e aguçado sobre varejo.

Seus conhecimentos a tornaram parte integrante e fundamental da equipe da loja dos tios.

Local onde trabalhou em diferentes cargos e setores: foi vendedora, gerente de loja, encarregada e compradora.

Nesta época, em meados dos anos 1970, o Magazine Luiza, fundado em 1957, já passava por um movimento de expansão:

Começava a ampliar suas lojas para outras cidades do interior paulista e, na década seguinte, conquistou espaço na região do triângulo mineiro.

Trajano, por tanto, acompanhou toda essa movimentação de ampliação do início da rede.

Foi sob sua liderança que nasceram grandes estratégias de marketing que ficaram muito famosas no país, como:

  • A “Liquidação Fantástica”, que formava filas quilométricas em frente às lojas físicas;
  • E o “É só amanhã!”, que apresentavam ofertas com certo grau de urgência nas grades de programações televisivas.

Foi uma expansão física, claro, abrindo lojas em outras regiões do Brasil, mas também digital.

Pioneira no movimento, Trajano lançou no ano seguinte ao início da sua liderança as primeiras lojas virtuais do Magazine Luiza, já em 1992, um feito memorável para a época.

Esse modelo de vendas virtual trabalhava sem estoques e prometia uma entrega em até 48 horas.

Em 1999, o modelo de negócio evoluiu para o site magazineluiza.com, entrando definitivamente para o e-commerce, movimento importantíssimo para o futuro da rede.

Pouco tempo depois, em 2003, o atendimento virtual da loja foi eleito um dos melhores do país.

A Lu do Magalu

Lu do Magalu

E por falar em atendimento virtual e presença na internet, uma das marcas registradas da empresa também nasceu sob a gestão de Trajano: a Lu, avatar da rede varejista.

Criada em 2003 e inspirada na fundadora da rede, Luiza Helena Donato, a personagem vem sendo aprimorada pela empresa desde então.

A personificação da empresa por meio da avatar foi um grande investimento das equipes de comunicação e tecnologia e que deu muito certo!

A Lu já esteve presente em diversas transmissões ao vivo, seja na internet ou televisionadas, em programas de auditório e interagindo com apresentadores e público.

Um verdadeiro case de sucesso!

Influência nas telas e fora delas

Se a Lu arrasta multidões no digital, Luiza Trajano cumpre um papel ainda maior na vida real.

Para além de cuidar das demandas e necessidades da rede varejista, Trajano está sempre presente em eventos e palestras.

Em seus discursos, sempre aborda a trajetória da sua vida para falar sobre o poder do empreendedorismo feminino.

Ressaltando o quanto ele é fundamental para a criação de gestões orgânicas e menos mecânicas no mundo corporativo.

Em um evento sobre liderança feminina, ocorrido em Salvador, em 2024, a empreendedora relembrou que as administrações de empresas de antigamente eram extremamente mecânicas.

Athon-MBA

“Desde 1995 nós estamos mudando isso e as pessoas não perceberam. Esse processo acelerou na pandemia e o tipo de gestão passa de mecânica para orgânica. E, nós mulheres, somos muito preparadas para as empresas orgânicas porque seguimos a intuição, fazemos as coisas para já e dez coisas ao mesmo tempo”, afirma Trajano.

Suas falas são sempre vistas como inspiração e encorajamento para outras empreendedoras.

Mesmo na liderança da empresa desde 1991, Trajano sempre relembra que isso não a poupou dos desafios de ser uma mulher à frente de um mercado dominado por homens.

“Eu participei de vários conselhos onde eu era a única mulher e sempre vi como a força feminina equilibra com a masculina.”, relembra a empresária.

Tudo isso expressa nos funcionários não apenas a imagem de uma liderança forte em Luiza Trajano, mas também de uma pessoa especialista em cuidar das pessoas.

Os reconhecimentos são inúmeros!

Não há como negar o impacto e efetividade das ações corporativas e sociais que Luiza Trajano vem fazendo nas últimas décadas.

Seu olhar estratégico, mas humanizado, caminha em paridade com as necessidades sociais do país, numa perspectiva muito importante e empática do setor privado.

Não por menos, ao longo dos últimos 20 anos Luiza vem recebendo diversos prêmios e reconhecimentos por seu trabalho de empreendedorismo social.

Luiza Helena Trajano premiações

A lista é grande, mas olha só alguns que separamos:

  • 2000 – Primeira mulher e única empresa do varejo de capital fechado a receber homenagem na premiação “Os Bem Sucedidos”, da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa);
  • 2003 – “Prêmio Cláudia na categoria Negócios”, da Revista Cláudia (Editora Abril);
  • 2011 – Recebeu o “Prêmio Brasileiros e Valor PNBE 2011 – Por um País Ético e Eficiente”;
  • 2015 – 2º lugar na lista dos “Líderes mais admirados do Brasil”, da revista Carta Capital;
  • 2018 – Eleita a Marketing Citizen do Prêmio Marketing Best pela Academia Brasileira de Marketing (Abramark) a Marketing Citizen do Prêmio Marketing Best 2018;
  • 2018 – Única executiva brasileira na lista global do WRC – World Retail Congress de 2018;
  • 2020 – Segunda colocada com Top Influencer do LinkedIn no Brasil;
  • 2020 – Homenageada com o Prêmio de “Dedicação ao Cliente” no evento do Prêmio Reclame Aqui;
  • 2020 – Eleita a personalidade do ano na Economia pela Revista IstoÉ Dinheiro;
  • 2021 – Eleita pelo quarto ano consecutivo como a líder de melhor reputação do Brasil, em pesquisa publicada na Revista Exame pela consultoria espanhola Merco;
  • 2021 Eleita uma das 25 mulheres mais influentes do mundo pela revista britânica ‘Financial Times;
  • 2022 – Eleita TOP3 influenciadora Linkedin no Prêmio iBest 2022 pelo Júri Academia.

Uma visão que vai além do empreendedorismo

A história de vida de Luiza Trajano é marcada por um cuidado muito grande pelas pessoas desde sua infância. 

O simples gosto de presentear os amigos já expressava desde muito cedo o seu cuidado para com o próximo.

Sua formação acadêmica, como vimos, também é um reflexo deste cuidado.

Afinal, entendeu que pelos caminhos jurídicos também seria possível contribuir para uma sociedade mais justa e igualitária.

Suas escolhas, porém, a fizeram trilhar um caminho precursor.

Com uma grande consciência de classe e atenta às necessidades sociais do país, alicerçou  na inclusão a missão do Magalu:

Contribuir para que bens, até então, acessíveis a uma classe de privilegiados pudessem chegar a todos os brasileiros”.

Isso se reflete até hoje nas ações promovidas por ela e pela empresa.

Bolsa de estudos para funcionários

É inegável que a educação é um agente transformador em qualquer sociedade.

Logo, fomentar políticas de incentivo ao estudo é um caminho certeiro no desenvolvimento de qualquer empresa.

Telma Rodrigues, coordenadora do comitê de pessoas da rede, explica, porém, que a empresa não faz uma fiscalização se o funcionário permanece na rede após conquistar a bolsa.

Afinal, a educação e a qualificação das pessoas por si só é o objetivo final.

Porém, esclarece que é vantajoso para a empresa quando o funcionário permanece:

“Quanto melhores, mais evoluídas e desenvolvidas estiverem as pessoas, mais o negócio evolui junto”, ressalta Telma.

E Luiza Trajano complementa: 

“O funcionário só fica se tiver um propósito maior. Se ele não estiver satisfeito, ele não fica na companhia.”

A política interna de incentivo é disponível a qualquer funcionário do Magalu com, no mínimo, um ano de casa.

As bolsas cobrem um valor de até 50% da mensalidade do curso escolhido (a depender do tempo de trabalho) e contempla:

Cursos superiores, temporários e de curta duração,  que tenham vínculo com a atividade desenvolvida pelo funcionário.

A iniciativa também partiu de um olhar atento da equipe de recursos humanos.

Eles observaram a vontade de grande parte dos funcionários em se aperfeiçoarem e terem a oportunidade de iniciarem ou retomarem os estudos.

Grupo Mulheres do Brasil

Grupo Mulheres do Brasil
xr:d:DAFKLhXhUxU:390,j:7704957917245726486,t:24041415

Outro projeto liderado por Luiza Trajano é o Grupo Mulheres do Brasil.

Criado em 2013 por mulheres que atuam em diferentes segmentos, tem como objetivo engajar a sociedade civil na conquista de melhorias para o país nas áreas:

  • Educação;
  • Empreendedorismo;
  • Projetos sociais;
  • Cotas para mulheres.

O grupo que começou com apenas 40 membros, hoje possui mais de 100 mil participantes nacionais e internacionais e se posiciona de forma política, mas apartidária.

“Estamos lutando para equilibrar essa força para o bem do mundo. A guerra nunca teria cara de mulher. Se tivesse mais mulheres na política com poder, eu garanto que junto com os homens já teríamos entrado em acordo com muita coisa. A luta do Grupo Mulheres do Brasil é para que possamos equilibrar as forças”, esclarece Luiza Trajano, presidente do grupo.

De forma concreta, o Grupo Mulheres do Brasil carrega ações práticas permanentes e pontuais para as mudanças sociais que propõe:

  • Palestras e ações de apoio ao empreendedorismo feminino;
  • Desenvolvimento de conteúdo e cartilha de conscientização e reversão da discriminação racial;
  • Apoio a refugiados, acolhendo-os e dando oportunidades de trabalho;
  • Impulsionamento de carreira de jovens negras;
  • Promoção de palestras que levam esperança e inspiração a jovens mulheres;
  • Incentivo ao trabalho das mulheres artesãs;
  • Ações de saúde nas escolas;
  • Humanização de presídios para recuperação de encarcerados;
  • Palestras de conscientização sobre violência doméstica.

Ativista social

Quando o assunto é a luta por um Brasil mais justo, o nome de Luiza Trajano surge como uma grande referência a ser seguida.

Aliás, ações relativamente comuns hoje em dia em empresas, foram escolhas pioneiras de Trajano, como é o caso do programa de trainees exclusivo para candidatos negros.

Consciente das disparidades raciais no cenário empresarial brasileiro, com essa criação, Luiza contribuiu para a diversificação e inclusão destas pessoas no ambiente corporativo. 

Mesmo acompanhada por críticas por parte de uma ala mais conservadora, a empresária não se deixou intimidar ao apostar nos valores que acredita.

Com isso, contribuiu ainda mais para trazer a pauta à tona e incentivar outras empresas a adotarem posturas semelhantes.

Como mulher no poder, Luiza também entende o seu papel de espelho e encorajamento às outras mulheres.

E diante de um infeliz cenário de agressão doméstica que assola o país, mantém uma postura firme de combate a este tipo de violência.

Durante a pandemia de Covid-19, inclusive, evidenciou-se ainda mais como as mulheres são verdadeiras líderes familiares e, ao mesmo tempo, mais vulneráveis ao mercado de trabalho.

Olhando para todo o contexto pandêmico, mas também sob um olhar cuidadoso para essa questão, Trajano saiu em defesa da campanha “Não demita!”.

Se engajou em ações de organizações como o Instituto para Desenvolvimento do Varejo, demonstrando um olhar empresarial muito mais humano e menos exploratório.

Convidada especial do Shark Tank Brasil 

Luiza Helena Trajano no Shark Thank Brasil

Obviamente, uma empresária com tanta empatia e experiência não poderia ficar de fora do maior programa de empreendedorismo e investimento do mundo.

Luiza Trajano já fez várias participações no Shark Tank Brasil, da Sony Channel.

E sua contribuição mais recente foi em 2023, na 8ª temporada, na qual participou como convidada especial.

Em um episódio de muito embate com os outros sharks, das propostas apresentadas, uma empresa de produtos personalizados para alisar os cabelos chamou a atenção.

E, junto com José Carlos Semenzato, fechou uma proposta milionária para a empresa.

Além de José Carlos, a empresária também contou com a companhia dos outros sharks fixos da temporada: Monique Evelle, Sergio Zimerman, João Appolinário, e Carol Paiffer.

Crescer, sim! Mas com consciência social

Luiza Trajano é, sem dúvidas, uma figura única e fora da curva no meio empresarial.

Suas ações e posicionamentos diante da realidade de vida de tantos brasileiros são um espelho.

Ela mostra como o empreendedorismo pode e deve favorecer não apenas um grupo privilegiado, mas ser utilizado para o desenvolvimento de toda a sociedade.

De fato, ela inspira não só mulheres, mas todos aqueles que sonham em empreender com maestria e sucesso!

Aqui na Athon Ensino Superior, você encontra diversos cursos de graduação e MBA que podem ajudar você a dar o primeiro passo para escrever a sua história no empreendedorismo.

Gostou do conteúdo? Então, se inscreva na nossa Newsletter para ficar por dentro dos novos posts da nossa série Empreendedores de Sucesso!

Quer receber informações sobre inovação e mercado de trabalho?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.