Saúde mental no trabalho

Saúde mental no trabalho: 5 dicas para você melhorar a sua

Falar sobre saúde mental tem sido cada vez menos um tabu e no ambiente do trabalho não poderia ser diferente.

No Brasil, a urgência de abordar esse assunto é gritante:

Transtornos mentais relacionados ao trabalho são a terceira maior causa do afastamento do trabalho no Brasil – e os dados apontam para um crescimento nesse quesito.

15% dos adultos vivem com algum tipo de transtorno mental no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Esses dados nos fazem questionar: o que as empresas estão fazendo para tratar de saúde mental dos seus colaboradores?

Seja uma pequena ou grande empresa, é muito importante estar ligado no assunto.

Neste artigo abordamos sobre a importância da saúde mental no trabalho, o que você pode fazer pela sua e quais práticas as empresas estão adotando para melhorar o cenário. 

A importância da saúde mental no trabalho

Na maioria das funções, passamos cerca de 8 horas diárias no trabalho.

Claro que esse ambiente tem um impacto gigante na nossa rotina – e nossa saúde mental.

Quando é negativo, tanto empregado quanto empregador sentem os efeitos.

No caso do empregado, a desmotivação impacta em seu desempenho e pode se tornar tão crônica que dá lugar à Síndrome de Burnout.

Tal síndrome é um distúrbio psíquico e crônico caracterizado pelo estado de tensão emocional e estresse provocados por condições de trabalho desgastantes.

Para o empregador, os reflexos podem ser vistos nos resultados da empresa.

Por isso, investir em saúde mental no ambiente de trabalho é muito importante.

Estima-se que para cada US$ 1 investido em tratamento para os transtornos mais comuns, há um retorno de US$ 4 em melhora de saúde e de produtividade.

As empresas que focam em promover a saúde mental no trabalho são mais propensas a aumentar a produtividade e colher benefícios econômicos.

📚 Veja também: Síndrome do domingo à noite: por que acontece e como lidar?

5 dicas para você melhorar a sua saúde mental no trabalho

5 dicas para você melhorar a sua saúde mental no trabalho

1. Estabeleça limites

Principalmente se seu trabalho for remoto, estabelecer limites é o primeiro passo para você melhorar sua saúde mental.

Delimite muito bem o que você tolera e o que você não tolera nesse ambiente.

E, também, não faça das horas extras uma rotina. 

Separar o ambiente em que você trabalha e o que você descansa pode ser uma ótima estratégia.

2. Tenha uma rotina de relaxamento antes do trabalho

Dentro do que for possível para você, tente dedicar um pouco de tempo a você antes de ir trabalhar.

Seja quinze minutos ouvindo uma música que gosta ou meditando, esse tempo que você passará consigo mesmo pode te ajudar (e muito!) no dia agitado que virá pela frente.

3. Faça pequenas pausas ao longo do dia

Às vezes, ficamos tão absortos pelo trabalho que está na nossa frente que nos esquecemos de parar até para beber um copo d’água ou para ir ao banheiro.

Porém, isso não é nada benéfico para seu corpo e mente.

Uma boa maneira de garantir que você lembrará de fazer essas pausas é trabalhando com o Método Pomodoro.

A estratégia é: a cada 25 minutos trabalhados, você faz uma pausa de 5 minutos. 

O método foi criado nos anos oitenta e desde então diversos estudos já comprovaram sua eficácia. 

Vale a pena a tentativa!

4. Exercite-se

O que você faz fora do ambiente de trabalho também reflete nele. 

Por isso, dedicar-se a exercícios físicos é tão importante.

Além de todos os benefícios para a saúde física que você já conhece, os exercícios aeróbicos liberam diversos hormônios ligados ao bem-estar geral.

5.  Expresse seus sentimentos

Ignorar ou guardar os sentimentos (positivos ou negativos) para você apenas faz com que eles fiquem mais fortes e perpetuem seu estado de fragilidade mental.

Busque alguém para conversar – seja ajuda profissional ou não. 

Diversas empresas já oferecem telefones anônimos para você conversar com psicólogos e planos de saúde com serviços de terapia. 

Informe-se e veja se o caso é da sua.

Como as organizações podem melhorar esse cenário? 

Oferecendo suporte aos empregados

Através de eventos recorrentes, as empresas podem marcar conversas e espaços para que os funcionários se sintam mais acolhidos e entendam que saúde mental é um tópico aberto naquele local.

Seja em pequenos grupos ou para a empresa toda, com mediação ou sem; o que vale é começar de algum lugar!

Se isso for feito de forma colaborativa, melhor ainda. 

Ao envolver os colaboradores nas decisões da empresa, eles se sentem mais valorizados e pertencentes.

Treinando as lideranças

Saber acolher alguém passando por um momento difícil de saúde mental não é fácil.

Athon-MBA

Por isso, oferecer capacitação para líderes é uma das melhores maneiras que empresas podem investir em saúde mental no ambiente de trabalho. 

Uma prática cada vez mais abordada é a de primeiros socorros psicológicos

Investir nesse tipo de treinamento para a liderança é uma ótima ideia.

Adotando a semana de 4 dias

Buscando o equilíbrio entre vida profissional e pessoal, muitas empresas estão apostando na semana de quatro dias.

Para além dos benefícios psicológicos, preservando mais a saúde mental dos colaboradores, alguns estudos já mostram benefícios econômicos dessa prática.

Portanto, se houver abertura na empresa onde você trabalha, vale a pena saber mais como funcionaria essa ideia para a organização e propor a mudança.

Afinal, cada vez mais, inclusive no Brasil, grandes corporações estão ao menos testando a diminuição de um dia de trabalho na semana.

Quem sabe dá certo?

Adotando programas que reconheçam e recompensem os funcionários

Ser reconhecido e receber recompensas por isso é muito importante para que o empregado se mantenha motivado.

Feedback contínuo e plano de carreira são algumas das práticas que uma cultura empresarial forte deve implementar para motivar seus colaboradores.

 Momentos de descompressão

Oferecer massagens e ginástica laboral para os colaboradores pode ser uma ótima forma de ajudar na busca pela saúde mental no dia a dia.

Muitas empresas também buscam profissionais de Yoga para um momento de relaxamento e atenção à respiração.

Além disso, oferecer um almoço diferente ou um café da tarde vez ou outra pode quebrar a tensão do dia a dia e aproximar os funcionários uns dos outros.

Dessa forma, as pausas no trabalho são ainda mais incentivadas e prazerosas, ajudando no foco e disposição. 

O que pequenas e grandes empresas têm feito a respeito 

Ambev

Ambev

A gigante de bebidas Ambev é pioneira em pautas diferenciadas no mundo corporativo.

Em 2020, criou uma diretoria de Diversidade, Inclusão e Saúde Mental. 

E para garantir a aderência ao tema, a empresa disponibiliza ferramentas como o Guia de Saúde Mental e parcerias com a Caliandra Saúde Mental, que tem atuação focada para aspectos da psiquiatria.

Além disso, também disponibiliza acesso ao Zenklub, plataforma online de saúde emocional pela qual é possível realizar sessões de terapia a qualquer momento e de qualquer lugar.

Ainda, há um grupo de apoio de saúde mental, o CARE, que traduz em suas siglas as palavras Cuidado, Autoconhecimento, Respeito e Escuta Ativa. 

Ele é formado por funcionários que foram selecionados e capacitados pelo Instituto Albert Einstein de ensino para conduzir a agenda de saúde mental dentro da companhia.

Let’s Bora

Let’s Bora

A pequena empresa de intercâmbio fundada em 2020 é um exemplo ótimo de que não importa o tamanho da empresa – sempre é possível priorizar a saúde mental!

Através do Zenklub, os funcionários têm acesso a diversas ferramentas que podem ajudar na saúde mental, como o diário emocional, em que você dedica três minutos diários para falar como está se sentindo.

Isso ajuda tanto o funcionário a se entender quanto a empresa, através da pesquisa de clima geral, que ajuda a entender os funcionários.

Danone

Danone

Através do programa “Viva Bem Danone”, voltado ao bem-estar, os funcionários têm acesso a serviços, como:

  • Aplicativos de incentivo à atividade física;
  • Atendimentos por teleconsulta, incluindo psicoterapia;
  • Parcerias para descontos em medicamentos e artigos farmacêuticos.

Em 2022, mais de mil trabalhadores da empresa participaram dos encontros de saúde e bem-estar e mais de 60% dos 4.500 colaboradores ativaram o benefício de atividade física.

Propup Propaganda

Propup Propaganda

Uma agência que começou como DPI Agência e hoje tem filiais, desafia a impressão coletiva do que uma agência de publicidade é – já que são conhecidas por serem ambientes marcados por muito assédio e pouco respeito.

Em sua equipe majoritariamente feminina, saúde mental não é tabu e, na verdade, é uma prioridade. 

Um exemplo disso é quando foi implementado toda sexta-feira, nos trinta primeiros minutos do horário de trabalho, a realização de uma aula coletiva online de Ioga. 

A participação não é obrigatória (e quem não participa, entra mais tarde nesse dia), mas a taxa de atendimento é alta. 

A ideia é relaxar da semana de trabalho e recarregar as energias para aquele último dia.

Unilever

Unilever

Gerir a saúde mental de mais de 12 mil funcionários é um desafio e tanto. 

A companhia trabalha em quatro frentes – saúde mental, física, emocional e de propósito.

A flexibilidade tem papel importante dentro deste conceito, pois respeita as individualidades e as diferentes interpretações para o conceito de “bem-estar”.

Dentre as ações que procuram produzir equilíbrio entre vida pessoal e profissional estão a possibilidade de home office e horário flexível de entrada e saída.

Para pais e mães, a Unilever oferece berçário e licença maternidade e paternidade estendidas flexibilizadas. 

Com a flexibilização, pais e mães podem escolher como e quando usufruir da extensão da licença – 15 dias a mais no caso dos pais e 2 meses no caso das mães – dentro do primeiro ano do bebê. 

Foco no momento

Saúde mental no trabalho (e em todos os outros momentos!) deve ser priorizada.

É algo para você manter em constante vigilância.

Afinal, é melhor tentar resolver o problema hoje do que deixar virar uma bola de neve.

Se esse conteúdo te interessou, não deixe de assinar nossa newsletter para ficar por dentro de assuntos como esse, que permeiam o mercado de trabalho.

Quer receber informações sobre inovação e mercado de trabalho?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.